sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Caravana do Fuaspec chega ao município de Baturité



A situação do Instituto dos Servidores do Estado do Ceará foi debatida nessa quinta-feira (14) com servidores de Baturité. Dessa vez até os estudantes acompanharam o discurso dos coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec). Ainda esta semana, a coordenação esteve na Assembleia Legislativa conversando com os parlamentares sobre o possível colapso da autarquia. Há meses que o Fuaspec conversa com a base sobre os dados repassados pelo gestor da autarquia, Olavo Peixoto, que revelou que só tem verba para pagar as despesas até o mês de setembro. 


A caravana do Fuaspec visitou os trabalhadores de Itaipoca, em um primeiro momento, foi ao município de Baturité e, já planeja uma viagem à região do Cariri cearense. Os coordenadores tentam aproximar os funcionários públicos das ações que são realizadas em Fortaleza, mas que beneficiam diretamente todos que estão inseridos no serviço público estadual.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Deputados estaduais usam a tribuna em defesa do Issec



Coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) acompanharam na manhã desta quarta-feira (13), na galeria do Plenário 13 de Maio, na Assembleia Legislativa, o discurso de alguns parlamentares em defesa do Instituto de Saúde dos Servidores Públicos do Estado. No 1º expediente da Casa Legislativa, os deputados Cap. Wagner (PR), Fernanda Pessoa (PR) e Carlos Felipe (PCdoB) utilizaram a tribuna e, pediram recursos orçamentários para as despesas da autarquia até o fim do ano.
Já no 2º expediente, foi à vez do deputado Heitor Ferrer utilizar a tribuna, sendo favorável aos trabalhadores. O discurso foi assistido pelo televisor exposto na entrada do Plenário, visto que os coordenadores e servidores da base foram expulsos da galeria. A ação foi de encontro a uma determinação do Corpo de Guarda da Assembleia Legislativa, segundo o PM.  Em seguida, os portões foram fechados.
Os parlamentares que apoiam essa mobilização em prol do Issec informaram que tomarão as devidas providências acerca do ocorrido que, para a coordenação geral foi considerado um ato abusivo. “Estamos na casa do povo e não aceitaremos tal medida com normalidade. Não sabemos de onde partiu essa decisão, mas todos precisam saber que a Assembleia Legislativa não é um quartel militar”, concluiu Ritinha Bacana, coordenadora geral do Fuaspec.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Fuaspec na Mídia



Atenção !!
A presidente do Fórum Unificados das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará ( Fuaspec), Ritinha Bacana, estará ao vivo, amanhã (13), no programa "café com Maria " a partir das 06:30hs na FM Maciço 96,3 Mhz !
Aguardamos a sua participação !

2º Caravana do Fuaspec



 Contamos com a presença de Todos!!!

Data: 14/09/17 às 08h:30
Local: Instituto Federal de Educação,Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)
Rua- Ouvidor Vitoriano Soares Barbosa s/n . Senharão -Baturité

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Coordenadores do Fuaspec cobram a reposição do orçamento do Issec



Parlamentares cearenses foram surpreendidos com mais uma ação da comissão que busca a revitalização do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec). Os coordenadores do Fuaspec visitaram os gabinetes e entregaram um ofício que, na oportunidade apresenta a real situação do Issec, bem como traz a sugestão de um plano emergencial para a autarquia não passar por um colapso já nos próximos meses, como previsto pelo diretor José Olavo Peixoto.
A alternativa, conforme o documento prevê um posicionamento dos deputados requerendo que o governador Camilo Santana reponha os R$12 milhões que foram cortados do orçamento previsto para o exercício de 2017. Ainda na Casa Legislativa, os coordenadores propuseram uma doação, calculada em 25,0% da verba parlamentar dos respectivos 46 deputados, Assim, baseado no levantamento, o Issec garantirá atendimento aos 129 mil assistidos até o fim do ano.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Coordenadores do Fuaspec exigem os recursos que eram repassados para sobrevivência do Iseec


Coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec), através da comissão estabelecida para resolver as pendências do Instituto de Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Ceará (Issec), formada pelos líderes P. Queiroz, Aspramece; Rita de Cássia Gomes, Asseec; Patrícia Facó, Sindagri; Eliene Uchoa, Sindetran/CE; e Claúdio Fontenele, mestre em Políticas Públicas estiveram nessa quinta-feira (31), no Palácio da Abolição discutindo a revitalização do Issec.
Dessa vez o grupo foi recebido pelo chefe da Casa Civil, Nelson Martins, que já iníciou comunicando que haverá um novo encontro para aprofundar a discussão. Cláudio Fontenele ressaltou que a situação do Issec se agravou, e assistidos estão sem atendimento em todo Estado. “Esse ano não conseguimos colocar uma emenda na LDO no aproveitamento dos recursos do imposto de renda dos servidores, para fins de aportar recursos para o Issec. Em setembro, se não tiver nenhuma mudança de quadro, os conveniados não atenderão os assistidos. E, se o Governo não fizer nada, o Issec não terá condições de atender mais ninguém e entrará em colapso”, disparou Fontenele.
Martins rebateu informando que o Estado do Ceará é o único entre todos os estados que paga sozinho a conta da saúde. O secretário exemplificou que no Piauí a saúde é financiada pelos servidores públicos. Mas a resposta veio logo em seguida, na voz da coordenadora geral do Fuaspec, Rita de Cássia Gomes. “Se o Governo repuser as nossas perdas salariais, que já acumulam 78% sentaremos para discutir essa possibilidade”, disse.
O diretor do Issec, José Olavo Peixoto Filho, expôs que o trabalho coletivo com os coordenadores do Fuaspec, em busca de alternativas para o Issec, acontece desde meados de abril, quando tiveram uma reunião com o titular da Seplag. À época, segundo o diretor da autarquia, Maia Júnior informou que o Estado não iria apresentar nenhum plano de sustentabilidade para a instituição, desta feita toda e qualquer alternativa de sustentabilidade seria com a base sindical e associativa.
Nelson Martins prometeu levar mais uma vez a proposta ao secretário Maia Júnior, porém, mesmo com o pedido de reposição das perdas salarias dos trabalhadores, Martins alertou que se não houver a disposição das entidades de ter alguma contribuição do servidor para o Issec, a negociação não irá avançar.
Cláudio Fontenele lembrou a emenda 3999, art. 4º, da Constituição do Estado. “O serviço de saúde do Issec será custeado com recursos do Estado do Ceará, garantindo a participação do servidor por evento” completou. Cláudio também colocou que o servidor discutirá a participação financeira desde que os recursos do Issec sejam recompostos.
Vale lembrar que a redução do repasse teve início já na gestão do governador Camilo Santana que, em 2015 caiu em cerca de 5 milhões, visto que em 2014, na gestão Cid Gomes, o governo repassou, segundo fontes oficiais do Issec o montante de R$94.442.082,59 caindo para R$ 89.529.760,85 e, atualmente está R$ 75.853.064,44.  
A reunião foi acompanhada pelo deputado Carlos Felipe (PCdoB) e pela assessoria do deputado Elmano (PT). No final, Carlos Felipe propôs um novo encontro na Assembleia Legislativa ainda esta semana.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Fuaspec cobra reunião com secretário da Seplag para revitalização do Issec




Coordenadores do Fórum Unificados das Associações e Sindicatos dos Servidores Estaduais do Ceará ( Fuaspec)estiveram na manhã dessa terça-feira, 29, na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado (Seplag)para tratar , mais uma vez, da revitalização do Instituto de Saúde dos Servidores Públicos (Issec)entretanto, por ser tratar de uma ação surpresa,os líderes classistas foram informados que o titular da pasta ,secretário Maia Junior, estava em uma reunião e não poderia atender ao grupo.


Por fim, ficou deliberado que os coordenadores retornarão ao prédio da Seplag para cobrar uma audiência com o secretário  a fim de solucionar o problema no Issec, visto que a proposta de revitalização foi criada mas desprezadas pelos parlamentares cearenses. Mesmo assim, os presidentes das respectivas associações e sindicatos permanecem vigilantes na cobrança dos repasses financeiros à autarquias.