sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Centrais sindicais promovem Dia Nacional de Paralisação




Centrais Sindicais promoveram na manhã desta sexta-feira ,10, o Dia Nacional de Paralisação pelo fim do trabalho escravo e contra as reformas da Previdência e Trabalhista ,cujas novas regras entram em vigor neste sábado (11). Cerca de 20 mil pessoas se concentraram na Praça da Bandeira, no centro de Fortaleza, onde percorreram diversas ruas como General Sampaio, Major Facundo, finalizando o ato em frente o Fórum Autran Nunes.

Entre as mudanças que entrarão em vigor amanhã, estão ; parcelamento de férias,fim do imposto sindical obrigatório, Inclusão da jornada intermitente, terceirização regulamentada, entre outros. No ato, os trabalhadores relembraram os Deputados que votaram a favor das mudança, e afirmam que mobilização como está são fundamentais para mudança no pais.


Representantes do Fórum Unificados das Associações dos Sindicatos dos Servidores Estaduais do Ceará (Fuaspec) que também participaram do ato, aproveitaram a ocasião para convidar diversas entidades para próxima mobilização,organizada pelo Fórum, que aconterá na próxima terça-feira (14), na Assembleia Legislativa.




Servidores públicos lançam Campanha Salarial e cobram reposição de 20,22%


Os líderes sindicais e associativos encerraram o lançamento da Campanha Salarial dos servidores públicos estaduais requerendo uma audiência com o governador Camilo Santana. Na ocasião, o deputado Carlos Felipe (PCdoB) prometeu encaminhar a solicitação dos trabalhadores. O parlamentar também sugeriu que a pauta fosse discutida com os secretários Nelson Martins, chefe da Casa Civil, e Maia Júnior, titular da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado – Seplag.

Os coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais (Fuaspec) expuseram a situação financeira do Estado e criticaram o posicionamento do coordenador de gestão de pessoas da Seplag, Fábio da Silva Miranda. A critica veio do professor Lúcio Maia, diretor do Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf-CE), e responsável pelo estudo técnico que apontou as perdas salarias de 20,22%. “O companheiro do planejamento só falou das despesas, mas é necessário falar dos dois lados da moeda. O deputado pode até intermediar essa audiência para que discutam conosco o que nós pretendemos”, completou Maia.  

O presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE), Valdemiro Barbosa, ressaltou a importância da coletividade e convocou os servidores para o próximo evento do Fuaspec, no dia 14 de novembro, quando haverá uma caminhada saindo da Assembleia Legislativa ao Palácio da Abolição. “Se tiver cinco mil pessoas nessa caminhada do dia 14 tenho certeza que o governador recebe os sindicatos”, disparou Barbosa.

Os servidores recordaram que há dois meses, as empresas terceirizadas contratadas pelo Estado ingressaram com uma ação no Tribunal de Contas requerendo o repasse da inflação para cumprimento dos contratos, “enquanto que o servidor é penalizado sem reajuste justo”, disse Eliene Uchoa, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na área de Trânsito do Ceará (Sindetran/CE). A sindicalista cobrou um posicionamento aos 46 deputados da Casa Legislativa, já que a revisão geral anual está assegurada no artigo 37, X da Constituição Federal.

Além da reposição salarial de 20,22%, os integrantes da mesa cobraram a regularização do atendimento do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec) e a realização de concurso público. No último tópico, os diretores da Associação dos Servidores da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, Hilda Nepomuceno e Daniel Lima se lembraram da deficiência de pessoal na Secretaria do Trabalho, dado reconhecido pelo parlamentar.


Por fim, Rita de Cássia Gomes, coordenadora geral do Fuaspec, destacou situações vivenciadas pelo servidor que, de maneira geral sofre com a falta de pessoal nas repartições, além das perseguições e atos de assédio moral. Rita de Cássia também criticou o valor do salário base dos trabalhadores “que são massacrados diariamente”, concluiu.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Revitalização do Issec é pauta de reunião no Palácio da Abolição



Na tarde dessa terça- feira, 7, coordenadores do Fórum Unificados das Associações e Sindicato dos servidores Estaduais do Ceará( Fuaspec), através do requerimento do deputado estadual, Carlos Felipe,  (PCdoB) estiveram reunidos no Palácio da Abolição, onde foram recebidos pelo secretario Nelson Martins, chefe da Casa Civil, a fim de definirem táticas para revitalização do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec). Na reunião, o Fuaspec  mostrou estudos técnicos já debatidos no ano corrente, inclusive com o próprio secretario.

Os coordenadores relembraram os repasses dos últimos anos, tendo em vista que o orçamento de 2014 era R$; 114 milhões, e deveria atualmente está em R$: 144 milhões. Sendo assim, para estabilizar a situação do Issec, os servidores propuseram contribuição de 1%  calculado  no salário base dos trabalhadores, chegando assim à margem dos R$: 160 milhões

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Fuaspec convida servidores para o lançamento da Campanha Salarial 2018



No próximo dia 9 de novembro, às 14h, na Assembleia Legislativa do Ceará (Complexo das Comissões), o Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais (Fuaspec) lançará a Campanha Salarial 2018. Na ocasião, será divulgado o índice de reposição salarial reivindicado pelos trabalhadores e apresentada uma análise técnica sobre as finanças estaduais. Convocamos todos os servidores públicos a se fazerem presentes!

veja o convite feito pela Coordenadora geral, Ritinha Bacana !




segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Servidores finalizam detalhes para lançamento da campanha salarial 2018



Manhã de discussão entre coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará  no Sindicato dos Fazendários, local escolhido para debater os últimos tópicos da Campanha Salarial 2018. O evento está agendado para o próximo dia 9 de novembro, às 14 horas, na Assembleia Legislativa.


Ainda na reunião, a comissão responsável pela pauta expôs detalhes da mobilização do ato que será realizado no dia 14 de novembro. A revitalização do Instituto de Saúde dos Servidores do Ceará e a cobrança pela realização da Mesa Estadual de Negociação Permanente (MENP) continuarão como pautas prioritárias pelo Fuaspec.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Coordenadores do Fuaspec definem mobilizações e lançamento da campanha salarial


Na manhã dessa quarta-feira (25), coordenadores do Fuaspec deliberaram pelas ações de mobilizações em defesa da reposição salarial, bem como em prol da revitalização do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec), pautas que foram amplamente debatidas nas principais regiões do Estado nas caravanas realizadas pelo Fuaspec.

A reunião aconteceu na sede da Associação dos Servidores da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (ASSTDS), mas ainda haverá um novo encontro para os ajustes finais da campanha salarial.    

Vejam como ficou definida a agenda:

Dia 30 /10 (segunda-feira)
Horário: 09 horas
Local: Fundação Sintaf
Objetivo: Organizar detalhes da Campanha Salarial dos Servidores Públicos Estaduais e o  Dia Estadual de Mobilização em prol do Issec e contra as perdas salariais.

Dia 9/11 (Quinta-feira)
Audiência Pública sobre Campanha Salarial 2018.
Horário: 14 horas
Local: Assembleia Legislativa

Dia 14/11 (terça-feira)
Dia Estadual de Mobilização em prol do Issec e contra as perdas salariais de 20,22%
Local: concentração: Assembleia Legislativa
Horário: 08 horas
Segue com ato em frente ao Palácio da Abolição (caminhada).

CAMPANHA SALARIAL SERÁ LANÇADA NO DIA 9 DE NOVEMBRO


Coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) estiveram reunidos na manhã dessa terça-feira (24), na Fundação Núcleo de Tecnologia industrial do Ceará (Nutec), onde definiram pontos para o lançamento da campanha salarial 2018, prevista para o dia nove de Novembro, às 14 horas, na Assembleia Legislativa.

Os coordenadores presentes na reunião ressaltaram a importância de uma mobilização, convocando as bases das respectivas entidades associadas. Serão distribuídos, blusas, faixas e panfletos para intensificar a divulgação da campanha.

A coordenadora geral do Fuaspec, Ritinha Bacana, lembrou que o Fórum realizou viagens ao interior e, nessas idas às principais regiões do Estado, o servidor foi comunicado sobre o lançamento da campanha salarial. Em alguns municípios, trabalhadores se posicionaram favoráveis ao apoio.